fbpx

Panorama no Brasil


Em 09/10/2017, o Brasil contava com 438,3 MW de potência instalada de geração solar, correspondentes a 15,7 mil instalações.

 
 

Considerando todas as fontes de micro e mini GD, o setor comercial detém a maior participação em potência (37%), o residencial a maior participação em nº de usuários (75%), e o industrial a maior potência média por usuário (81 kW).

 
 

O Plano Decenal de Expansão de Energia – PDE 2026, estima que a capacidade instalada de geração solar chegue a 13 GW em 2026, sendo 9,6 GW de geração centralizada e 3,4 GW de geração distribuída. A proporção da potência solar chegará a 5,7% da total.

Os estudos do Plano Nacional de Energia – PNE 2050, em elaboração pela Empresa de Pesquisa Energética, estimam em 78 GW a potência de micro e mini GD solar em 2050, o que poderá representar 9% da oferta total de energia elétrica do ano. No aquecimento de água, a previsão é que 20% dos domicílios detenham coletores (Fonte: Ministério de Minas e Energia (http://www.mme.gov.br).

Além do cenário otimista para implantação de sistemas fotovoltaicos, tem-se o aumento das tarifas cobradas por parte das concessionárias, o que deixa a energia comercializada por essas empresas mais cara e a energia solar mais atrativa.

Aprovado reajuste tarifário da Light (RJ)

https://goo.gl/uCCRno

 
eco2-contact-phone-icon copy

(21) 99670-0594

contato@usenergy.com.br